A sabedoria não é outra coisa senão a ciência da felicidade.
(Denis Diderot)

A primeira lei da natureza é a tolerância - já que temos todos uma porção de erros e fraquezas.
(Voltaire)

Há riqueza bastante no mundo para as necessidades do homem, mas não para a sua ambição.
(Mahatma Gandhi)

Só pelo amor o homem se realiza plenamente.
(Platão)

Você não pode impedir que os pássaros da tristeza voem sobre sua cabeça, mas pode, sim, impedir que façam um ninho em seu cabelo.
(Provérbio Chinês)

A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável.
(Mahatma Gandhi)

Por mais numerosos que sejam os meandros do rio, ele termina por desembocar no mar.
(Provérbio Hindu)

Viver não custa, o que custa é saber viver.
(Provérbio)

Não declares que as estrelas estão mortas só porque o céu está nublado.
(Provérbio Árabe)

De falso bem, o verdadeiro mal vem.
(Provérbio)

Ternura e bondade não sinalizam fraqueza, mas força e disposição.
(Khalil Gibran)

O que há de mais difícil nesse mundo é um homem conhecer a si mesmo.
(Thales de Mileto)

O que não se compreende, não se possui.
(Goethe)

A amizade é o amor sem asas.
(Lord Byron)

A natureza só é comandada se é obedecida.
(Francis Bacon)

É melhor, muito melhor, contentar-se com a realidade; se ela não é tão brilhante como os sonhos, tem pelo menos a vantagem de existir.
(Machado de Assis)

Há muitas maravilhas neste mundo, mas a maior de todas é o homem.
(Sófocles)

Criminosos

A série Sagrado fecha mais uma temporada revelando qual é o entendimento de variados credos sobre os criminosos. Vamos entender como as pessoas marginalizadas são vistas pelas diferentes tradições religiosas. Será que os criminosos são bem vindos nas igrejas? Que religiões oferecem trabalhos de orientação espiritual nos presídios? Será que a fé pode ajudar os presidários a se ressocializarem? E o dia a dia na cadeia, é suavizado quando o preso tem alguma rotina espiritual?

O programa sagrado

A diversidade religiosa tem espaço na programação da TV Globo e do Canal Futura com a estreia do programa “Sagrado”, uma coprodução das duas emissoras. A série discute um tema atual por semana, mostrando a visão e o entendimento de cada religião a respeito de assuntos muitas vezes polêmicos como violência urbana, liberdade de expressão, sexualidade, novas famílias, entre outros. Diferentes religiões, cada uma delas contextualizada por um de seus representantes, estarão presentes na série.